Geladinho com Casquinha de Chocolate

geladinho com casquinha de chocolate
Os verões quentes acabam com ondas de calor extremas, sempre levando as pessoas à encontrar alguma salvação e uma maneira de se refrescar. Essa busca permitiu a criação de muitos dispositivos e tradições técnicas inovadoras, mas apenas um item conseguiu capturar nossa imaginação e desejos, dando a todos tempo para aproveitar seus momentos ao sol e se refrescar como nunca antes. Esta é uma história do sorvete na história, até chegar no que conhecemos hoje como geladinho.

No decorrer da história

A história dos sorvetes e geladinhos seguiu o surgimento das civilizações humanas modernas. Seu apelo incrível e alto preço de fabricação alimentaram as mentes de inúmeros inventores, que através de séculos de problemas finalmente permitiram a criação da moderna indústria de sorvetes. .

Fazendo geladinho

Se você sempre quis fazer seu próprio geladinho com casquinha de chocolate ou está apenas interessado nesse processo, aqui está o ponto de partida perfeito, com todas as informações detalhadas sobre ingredientes e a receita.

Breve história dessas delícias congeladas

Os primeiros gelados apareceram na antiga Pérsia, cerca de 2500 anos atrás, e naqueles tempos primitivos eram todos baseados na água açucarada que era congelada, moída em pedacinhos e depois decorada com várias coberturas e frutas de degustação. Essa tradição de produção de gelados alcançou lentamente os impérios grego e romano, onde os sorvetes eram recebidos com as mãos abertas e usados liberalmente pela nobreza e pela realeza romana, que tinham dinheiro necessário para financiar um processo de produção muito caro. Infelizmente, após a queda do Império Romano, o transporte de gelo organizado das montanhas para as cidades abaixo parou e o gelado continuou a ser um produto ainda mais caro. Pouco mudou nos 1000 anos após a queda de Roma, e somente depois que a Europa começou a sair da Idade das Trevas o gelado conseguiu ressurgir na Itália renascentista.

A Itália e os gelados

Durante os séculos XIII e XIV, a Itália foi o centro do comércio com o Oriente Médio e a Ásia, e seu contato com receitas novas e inovadoras de sorvete permitiu que está delícia de verão se espalhasse lentamente por toda a Europa. Essa expansão do gelado não foi fácil, e só aconteceu depois que a nobre italiana Catherine de’Medici foi à França para se casar com o duque de Orleans (futuro rei da França) em 1533. Lá, ela introduziu a nobreza da Europa continental com utensílios para comer, sapatos de salto alto e, claro, gelado. Com a nobreza alimentando sua produção, inovadores, técnicos e cozinheiros envidam seus melhores esforços para desenvolver o aumento da popularidade e disponibilidade de gelados em todo o mundo.

A vinda da refrigeração

A solução para esse problema surgiu apenas em 1926, quando a refrigeração contínua finalmente se tornou realidade com os freezers elétricos. Isso permitiu aos fabricantes industriais começar a produzir quantidades muito grandes desse doce congelado, o que reduziu o preço dos sorvetes e geladinhos para níveis aceitáveis para todos.

Fatos interessantes

O Imperador Romano Nero adorava sorvete. Ele estabeleceu uma grande cadeia de corredores que trouxeram gelo fresco da montanha para as maiores cidades de Roma. Marco Polo introduziu a Europa no sorvete à base de leite no final do século XIII.
  • Um geladinho pode ser finalizado com 50 chupadas.
  • Os Estados Unidos são o maior produtor e consumidor de sorvete do mundo.
  • O primeiro sorvete foi criado durante a Feira Mundial de 1904 em St. Louis.
  • As lendas dizem que Carlos I da Inglaterra ordenou a decapitação de seu chef, que foi responsabilizado por tornar a receita pública do sorvete favorito de King.

Ingredientes:

  • Duzentas gramas de chocolate em barra
  • Dez unidades de saquinho para o geladinho
Recheio especial sabor sensação
  • 1 lata de leite condensado (395g)
  • 700ml de leite
  • 1 pacotinho de suco em pó de morango (25g)
Recheio especial sabor maracujá
  • Trezentos e noventa e cinco gramas de leite condensado
  • Setecentos mililitros de leite integral
  • Meia xícara da polpa do maracujá oh um saco de suco de maracujá em pó de qualquer marca

Modo de preparo:

Derreta todo o chocolate em banho maria. Caso prefira no seu micro-ondas, vá intercalando as mexidas de trinta em trinta segundos. Qualquer mistura de recheio especial vai levar o mesmo processo de ser batido no liquidificador para ser misturado. Ou no microondas. O importante é que crie uma consistência homogênea.

Montagem:

Para montar basta colocar o chocolate derretido dentro de um saquinho, na medida de uma colher de sopa, e espalhar até que preencha todo o espaço do saquinho. Cuidado pra não ir até na borda, precisa ter espaço pra dar um nó na finalização. Com um funil você irá jogar o recheio dentro do sacolé. Com o nó finalizando, basta agora levar no congelador até endurecer. E pronto! Bom apetite!